Gravura Brasileira

Paisagens de Piratininga

Paisagens de Piratininga

De 15/6/2019 a 27/7/2019

Obras

Imprensa

Press Release

Baixar

Paisagens de Piratininga

 

LONA GALERIA

15/06 A 27/07/2019

 

 

Barra Funda e Vila Madalena 

 

A LONA GALERIA recebe a coletiva "Paisagens de Piratininga", com obras recentes dos artistas residentes do Atelier Piratininga: Amália Barrio,Claudia Inoue, Eduardo Ver, Ernesto Bonato, Pedro Pessoa, Rafael Kenji, Raphael Giannini, Raphaelle Faure-Vincent, Tiago Costa e Ulysses Bôscolo.

Com curadoria de Eduardo Besen (Gravura Brasileira), o conceito surgiu do trajeto entre dois típicos bairros paulistanos [Vila Madalena e Barra Funda] com obras que retratam paisagens, panoramas, passagens, caminhos e a figura humana - imagens que nascem da potência do papel, madeira e cobre. 

 

abertura: 15 de junho de 2019 [sábado], 13h-17h

duração: Até 27 de julho de 2019

quarta a sábado, 13h-17h

 

 

Lona Galeria 

rua brigadeiro galvão, 990 barra funda - são paulo - sp

quanto: grátis

telefone: 11 99403-0023

site: lonagaleria.com

 

 

texto do curador Eduardo Besen

 

"Ao ser convidado por Duílio Ferronato para organizar uma exposição de gravuras na Lona Galeria logo pensei em uma coletiva dos artistas do Atelier Piratininga. Os dois espaços tem semelhanças: a pequena escala de uma casa antiga, a administração coletiva feita pelos próprios artistas e o desejo de difundir a arte da gravura.

 

Conheci o Atelier Piratininga logo após a inauguração da galeria Gravura Brasileira em 1999. O Atelier ficava em uma antiga farmácia no bairro de Santa Cecília, construção antiga cuja estrutura de madeira e objetos inspirou muitas das obras do jovem grupo de artistas ali instalados. Aos poucos eles foram aparecendo na galeria, sozinhos ou em duplas, trazendo seus trabalhos e abrindo os nossos olhos para a qualidade e a diversidade da gravura contemporânea brasileira. Sempre me faziam pensar na acertada intuição que tive ao abrir o primeiro espaço dedicado somente a gravura na cidade de São Paulo. Ao longo destes 20 anos fomos nos alimentando mutuamente em diversas parcerias com exposições na galeria e em outras cidades (Nova Iorque, Tóquio, México, Havana, Paris e outras) além de intercâmbios com ateliês na Argentina, Canadá, Japão, Cuba, México e Brasil

 

 Na história da arte Brasileira os ateliês coletivos de gravura permanecem como uma tradição: processos complexos e equipamentos caros e de grandes dimensões acabaram reunindo os artistas e transformando os estúdios em centros de difusão teórica e prática e de enriquecimento do processo artístico. 

 

Das grossas paredes destas casas antigas, próprias para receber o peso das prensas e matrizes saíram obras que fazem parte da nossa história da arte. Casas pequenas, aconchegantes com pisos de madeira e paredes texturizadas. Da memória e do passado deste espaço nasce uma produção singular, autêntica e pessoal. As prensas de gravura em ferro fundido se encaixam perfeitamente neste cenário, afinal, a gravura é uma técnica de centenas de anos, tradicional,  resistente e persistente como estas construções. Não é difícil imaginar quantos passaram por estas paredes e ali deixaram suas marcas com passos, goivas ou existências.

 

São casas que se reinventam, de moradia a ateliê, de restaurante a galeria, um movimento próprio do mundo contemporâneo. Por ali passaram dezenas de artistas atraídos por mentes abertas à criação, discussão, por um espaço democrático de ensinamento, exposição e difusão cultural, um espaço não personalista cujos donos são os próprios artistas. 

 

O Atelier Piratininga funciona como este espaço de convivência, experimentação e discussão em que todos dividem as instalações, conversas, custos, prensas, tintas e papéis ao mesmo tempo em que cada artista desenvolve a sua linguagem e poética particular.

 

A exposição Paisagens de Piratininga vai mostrar obras recentes dos artistas residentes do Atelier Piratininga neste ano de 2019: 

Amália Barrio, Claudia Inoue, Eduardo Ver, Ernesto Bonato, Pedro Pessoa, Rafael Kenji, Raphael Giannini, Raphaelle Faure-Vincent, Tiago Costa e Ulysses Bôscolo. 

 

Do trajeto entre dois típicos bairros paulistanos da Vila Madalena e Barra Funda surge o nome desta exposição: Paisagens de Piratininga com obras que retratam paisagens, panoramas da cidade, passagens, caminhos e também o corpo e a figura humana. São imagens que nascem de caminhos percorridos e da potência do papel, madeira e cobre. 

 

Da gravação da matriz às impressões feitas pelos próprios artistas nota-se um casamento perfeito entre imagem e técnica, uma riqueza de imagens e uma unidade que somente o grande domínio dos processos gráficos permite.

 

O Atelier Piratininga foi fundado em 1993 e permanece desde então como um espaço gerido por artistas com cursos, workshops e exposições dedicadas à gravura.

 

A Lona Galeria acaba de ser inaugurada na Barra Funda e é administrada por um coletivo de artistas."

 

 

http://atelierpiratininga.com/

https://www.facebook.com/lonagaleria/

http://www.gravurabrasileira.com

 

Eduardo Besen

maio 2019

 

 

 

Copyright Gravura Brasileira

Rua Ásia, 219, Cerqueira César, São Paulo, SP - CEP 05413-030 - Tel. 11 3624.0301
Horário de funcionamento: Segunda a Sexta: 12h00 às 18h00 ou com hora marcada

site produzido por WEBCORE